Pequenas estrelas.

Pequenas estrelas na Terra
Olhe para elas…
Como gotas frescas de orvalho repousando nas folhas – presentes do céu.
Esticando e virando, escorregando e caindo… Como pérolas delicadas – brilhando com sorrisos.
Não deixemos perder essas pequenas estrelas na Terra…
Como o brilho do sol, em um dia de inverno, banha um jardim dourado, elas afugentam as trevas de nossos corações e aquecem nosso ser.
Não deixemos perder essas pequenas estrelas na Terra…
Como fontes de cores ou borboletas sobre flores, como o amor que se basta.
Elas são ondas de esperança, são a aurora dos sonhos e eterna alegria.
Não deixemos perder essas estrelas na Terra.
E na densa escuridão, no âmago da noite, elas são a chama que dispersa o temor; como a fragrância de um pomar que preenche os ares;como um caleidoscópio e suas miríades de cores, como flores crescendo em direção ao sol;como notas de flauta em uma quieta floresta.
Elas são um sopro de ar fresco, o ritmo e música da vida.
Não deixemos perder essas pequenas estrelas na Terra.
Como a vida que pulsa, como botões destinados a florir.
Como a brisa fresca da estação, elas são bênçãos de nossos ancestrais…
Não deixemos perder essas pequenas estrelas na Terra.
* * *
Os versos da belíssima música indiana Taare Zameen Par, que faz parte da trilha sonora do filme de mesmo nome, fala de nossas crianças.
A obra cinematográfica de Aamir Khanganhou o principal prêmio do cinema indiano em 2007, emocionando o mundo com uma sensibilidade sem igual.
Pequenas estrelas na Terra – traduzido para o português, apresenta a ideia de que toda criança é especial e precisa ser tratada como tal.
Cada uma dessas pérolas, desse presente de Deus, tem características próprias, habilidades, dificuldades, que precisam ser vistas com muita atenção e carinho.
É o cuidado com elas, nos primeiros passos da vida na Terra, que irá determinar seu caminho e seu sucesso no novo existir.
Em especial, aquelas que trazem características físicas e mentais muito diferentes da maioria e que formam as chamadas minorias, precisam encontrar no lar e na sociedade um oásis de amor.
Muitas das vezes são Espíritos que resgatam débitos do passado, almas que se revoltaram contra todos e tudo, e agora estão recebendo do Criador uma nova chance.
Sim, a vida na Terra é sempre uma nova chance e precisa ser vista com essas lentes positivas e esperançosas.
Uma criança especial muda toda uma família, muda a maneira de todos encararem o mundo e suas próprias existências. Assim, ao mesmo tempo que auxiliamos, percebemos que estamos sendo os maiores beneficiados.
Esta é uma maneira magistral do Criador nos ensinar a valorizar a vida, nos incentivar a busca da felicidade pelos caminhos seguros do amor e da fraternidade.
Olhe para sua criança e pense nisso.
Olhemos para nossas crianças e não deixemos que se percam essas pequenas estrelas na Terra.
Toda criança é especial.
Elas aqui estão para nos ensinar a amar…
Redação do Momento Espírita, com base na letra da música
Taare Zameen Par, de Shankar Ehsaan Loy, do filme de
mesmo nome, produzido e dirigido por Aamir Khan.
Em 09abr2012

Anúncios
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s